ENTREtantoTEATRO
Estrutura subsidiada:
     
 
Historial
   2005
SERRA JUSTA
Autor: Júnior Sampaio
Encenador: Júnior Sampaio
 
Informações
A narrativa de “SERRA JUSTA” é baseada nas lendas e factos históricos da criação do Concelho de Valongo, trata-se de um mega-evento, criado em parceria com os agentes culturais e sociais a nível local. A sua temática gira em torno da descoberta e povoação do vale, dos diversos povos que por aí passaram, Lusitanos, Cristão, Romanos, Mouros, Bárbaros, entre outros, e dos ricos minérios que nestas serras existiam. O texto apodera-se do público e recria em sátira, o comportamento do público de teatro actual e da mesma forma dos agentes culturais locais. A singularidade da sua apresentação serve de mote para lançar uma série de questões em torno do teatro… “O público não nos percebe ou somos nós que não percebemos o público?”
“Serra Justa” tem a particularidade de ser apresentado ao ar livre, numa das serras que rodeiam a cidade, a Serra de Santa Justa, classificada como Património Natural e pertencente à Rede Natura, congregando cerca de 100 participantes, entre figurantes, músicos, alunos que frequentaram os Cursos de Formação em Teatro promovidos pelo ENTREtanto TEATRO.
 
Observações
 
Elenco
Hugo Sousa, Sandra Santos, Associação Académica e Cultural de Ermesinde, Associação Cultural de Sobrado, Associação Cultural e Juvenil A Vara, Associação Dança Comigo, Associação Recreativa e Cultural da Azenha, Estrelas da Balsa, Grupo Dramático e Recreativo da Retorta, Grupo Fora d´Horas, Palavras Loucas Orelhas Moucas, Tas – Teatro Amador Susanense, Tertúlia – Juventude e Intervenção, e alunos dos cursos orientados pelo ENTREtanto TEATRO
 
Técnica
Produção
ENTREtanto TEATRO

Desenho de Luz
Wilma Moutinho

Figurinos
José Rocha

Trabalho Vocal
Maria Luís França e Guilhermino Monteiro

Adereços
Marta Fernandes

Música
monoLab